@ Instrumentos e Aparelhos


Régua – instrumento próprio para traçar segmentos de recta e medir distâncias pequenas.

Esquadro – instrumento de desenho.

Transferidor – instrumento utilizado em geometria que mede ângulos e permite desenhá-los.

Compasso – instrumento de traçagem ou medição, composto de duas hastes articuladas numa extremidade, destinado a traçar circunferências, arcos, etc., ou a tirar medidas.

Paquímetro – instrumento que mede diâmetro de tubos de pequena espessura.

Micrómetro – instrumento que mede espessura de folhas.

Craveira – instrumento metálico que serve para medir o diâmetro externo e interno de objectos.

Teodolito – instrumento óptico usado na topografia e mede ângulos verticais e horizontais usando redes de triangulação.

Balança – aparelho que serve para medir a massa de um corpo.

Dinamómetro – instrumento que ser para medir o peso de um corpo.

Relógio – instrumento digital ou analógico que permite medir o tempo: saber as horas, minutos e segundos de um dado local.

Ampulheta – instrumento que mede tempo.

Cronómetro (mais precisamente cronógrafo) – instrumento digital ou analógico que permite a contagem de tempo.

 

Máquina fotográfica – aparelho que permite a obtenção da captura de imagem em fotografias.

Máquina de filmar – aparelho que permite a captura de imagens com movimento numa sequência de imagens, num suporte designado por filme.

Projectores de slides – máquinas que permitem a visualização de slides.

Retroprojector – máquinas que projectam a imagem contida em transparências comummente designadas por acetatos.

Projector de vídeo – máquina que permite a projecção de um filme.

Computador – máquina capaz de variados tipos de tratamento automático de informações ou processamento de dados.

Máquina de calcular – instrumento electrónico com capacidade de efectuar cálculos matemáticos de elevada dificuldade.

 

Amperímetro – aparelho que serve para medir a intensidade da corrente eléctrica num circuito eléctrico fechado.

Voltímetro – aparelho que serve para medir a diferença de potencial (ddp) num circuito eléctrico fechado.

Calorímetro – instrumento utilizado na medição de calor envolvido numa mudança de estado de um sistema. Tal pode envolver uma mudança de fase, de temperatura, de pressão, de volume, de composição química ou qualquer outra propriedade associada com trocas de calor.

Fonte de alimentação – aparelho electrónico com capacidade de gerar corrente eléctrica com determinadas características num circuito eléctrico que se queira.

Pilha – dispositivo que utiliza reacções de oxidação-redução espontâneas para converter energia química em energia eléctrica.

Bateria – dispositivo que dispositivo que utiliza reacções de oxidação-redução espontâneas para converter energia química em energia eléctrica, e em geral, associa várias pilhas em série.

Gerador – instrumento capaz de gerar corrente eléctrica a partir de energia mecânica, química ou outra.

Frequencímetro – é um instrumento electrónico utilizado para medição da frequência de um sinal periódico. A unidade de medida utilizada é o hertz (símbolo Hz). Um frequêncimetro possui um mostrador digital que pode ser em cristal líquido ou de LEDs, informando a frequência medida em Hz, kHz, MHz e GHz, conforme a escala utilizada. Muitos frequencímetros podem medir também o período do sinal medido (em segundos, milissegundos, microssegundos, nanossegundos). Os frequencímetros electrónicos digitais fazem uso de uma base de tempo precisa (um cristal de quartzo) e circuitos contadores digitais para realizar a medição da frequência. São muito utilizados em laboratórios de electrónica e medição em campo.

Galvanómetro – um instrumento que pode medir correntes eléctricas de baixa intensidade, ou a diferença de potencial eléctrico entre dois pontos.

Luxímetro – aparelho que mede as relações de luminosidade.

Decibelímetro – aparelho que mede o nível sonoro.

 

Espelhos – instrumentos ópticos com propriedades reflectoras. Podem ser planos ou esféricos.

Lentes – instrumentos ópticos transparentes que podem ser planos ou esféricos, ampliando ou reduzindo de objectos.

Telescópio – é um instrumento óptico que permite observar objectos longínquos.

 

Meteorógrafo – aparelho aeronáutico para medições várias em meteorologia.

Termómetro – instrumento que serve para medir a temperatura de um corpo.

Barómetro – instrumento que serve para medir a pressão atmosférica.

Pluviómetro – é um aparelho de meteorologia usado para recolher e medir, em milímetros lineares, a quantidade de líquidos ou sólidos (chuva, neve, granizo) precipitados durante um determinado tempo e local.

Altímetro – instrumento usado para medir alturas ou as altitudes, geralmente em forma de um barómetro aneróide destinado a registar alterações da pressão atmosférica que acompanham as variações de altitude.

Correntómetros – medem as correntes segundo a sua intensidade e direcção.

 

Diapasão – instrumento que produz sons fundamentais.

Ecógrafos – aparelho de ultrasons que permite emitir ultrasons e na presença de um obstáculo detectá-los. Este som é convertido em imagem – a ecografia – por intermédio de um computador associado.

Sonar – aparelho de ultrasons que permite emitir ultrasons e na presença de um obstáculo captar o seu eco. Verifica a posição do obstáculo, medindo o tempo entre a emissão do som e a recepção do seu eco.

Radar – é um dispositivo que permite detectar objetos a longas distâncias.

 

Telefone – aparelho que permite a conversação a longas distâncias.

Telemóvel – aparelho de comunicação móvel que permite a comunicação por voz a longas distâncias.

Microfone – instrumento que converte o som em sinal eléctrico.

Amplificador – instrumento que permite a amplificação do som.

Rádio – aparelho que capta ondas rádio emitidas a partir de uma antena transmissora e converte-as em som.

Televisão – aparelho de recepção de imagens e som de forma instantânea. Funciona a partir da análise e conversão da luz e do som em ondas electromagnéticas e de sua reconversão neste aparelho. A televisão capta as ondas electromagnéticas e, através de seus componentes internos, converte-as novamente em imagem e som.

Osciloscópio – é um instrumento de medida electrónico que cria um gráfico bi-dimensional visível de uma ou mais diferenças de potencial.

 

Satélite – corpo construído pelo homem que é colocado na órbita da Terra e que desempenha funções de segurança, recolha de informação, e de comunicação.

Sonda – é uma nave espacial não-tripulada, utilizada para a exploração remota de outros planetas, satélites , asteróides ou cometas. Normalmente as sondas tem recursos de telemetria, que permitem estudar à distância suas características físico-químicas, e por vezes também o seu meio ambiente. Algumas sondas, como Landers ou Rovers, pousam na superfície dos astros celestes, para estudos de sua geologia e do seu clima.

Sismógrafo – aparelho que regista as ondas sísmicas, ou seja, a intensidade dos terramotos, em sismologia. Detecta e mede as ondas sísmicas naturais ou induzidas e permite determinar, principalmente se organizado em rede, a posição exacta do foco (hipocentro) dessas ondas e do ponto da sua chegada na superfície terrestre (epicentro), para quantificar a energia desses terramotos expressa na escala de Richter.

Receptor GPS – aparelho que permite a localização e orientação na Terra. Este sistema faz uso de satélites posicionados na órbita da Terra, que por triangulação, calculam o correcto posicionamento do receptor na superfície terrestre. Permite a orientação quando se dispõe de um mapa actualizado do local onde se encontra.

 

Microondas – aparelho que promove o aquecimento de alimentos por irradição com microondas.

Misturador magnético – aparelho que permite o aquecimento de uma dada substância ao mesmo tempo que permite a sua agitação por intermédio de um agitador magnético.

Placa térmica – aparelho que possui uma placa de aquecimento controlada electricamente.

Forno – aparelho eléctrico que permite o aquecimento de alimentos e outros objectos.

Mufla – aparelho de aquecimento lento usado em laboratórios e oficinas.

05-07-2011