Nomenclatura dos compostos inorgânicos

 

óxidos ácidos hidróxidos sais hidretos

 

voltar

Os compostos inorgânicos estão agrupados em famílias químicas segundo a sua estrutura, ou seja, de acordo com determinados grupos de átomos neles existentes, os quais são responsáveis pelos seus comportamentos químicos.

Temos então as seguintes famílias:

- óxidos

- ácidos

- hidróxidos

- sais

- hidretos

O nome do composto vem em função da família química a que pertence de acordo com regras de nomenclatura oriundas da IUPAC.

 

 

 

 

 

Nomenclatura dos óxidos

Os óxidos são compostos binários formados por oxigénio e outro elemento químico, podendo ser tanto de natureza iónica como de natureza molecular.

Os óxidos iónicos são formados por iões óxido (O2-) e iões metálicos nas devidas proporções estequiométricas, sendo o nome formado pelo termo óxido seguido do nome do ião metálico presente.

Exemplos de óxidos metálicos

Fórmula química Fórmula iónica Nome
Na2O (Na+)2O2- óxido de sódio
MgO Mg2+O2- óxido de magnésio
ZnO Zn2+O2- óxido de zinco
CuO Cu2+O2- óxido de cobre (II)
Fe2O3 (Fe3+)2(O2-)3 óxido de ferro (III)

Os óxidos moleculares são formados por moléculas em que entra, para além do elemento oxigénio, um elemento não metálico, tendo o seu nome o termo óxido seguido do nome do não-metal, acrescentando um prefixo indicativo do número de átomos de oxigénio ou do não-metal presentes na molécula.

Exemplos de óxidos moleculares

Fórmula química Nome
CO monóxido de carbono
CO2 dióxido de carbono
SO2 dióxido de enxofre
SO3 trióxido de enxofre
SiO2 dióxido de silício
N2O4 tetróxido de diazoto

Pode haver casos em que os óxidos tenham presente o ião O22-, o ião peróxido.

Fórmula química Fórmula iónica Nome
Na2O2 (Na+)2O22- peróxido de sódio
CaO2 Ca2+O22- peróxido de cálcio
H2O2 (H+)2O22- peróxido de hidrogénio

O peróxido de hidrogénio não sendo um composto iónico mas sim molecular vê o seu nome escrito de acordo com as regras utilizadas para as fórmulas íónicas.

topo

 

 

 

 

 

 

Nomenclatura dos ácidos

Os ácidos são designados de hidrácidos, caso sejam substâncias formados por hidrogénio e não-metais, ou de oxoácidos, caso contenham oxigénio para além de hidrogénio e não-metais.

Por acção da água, as suas moléculas sofrem uma ionização, com extensão variável consoante a força do ácido, originando iões hidrogénio, H+, isto é, protões, e iões correspondentes ao resto da molécula.

Substância molecular Equação de ionização
HCl (cloreto de hidrogénio) ácido clorídrico: HCl (aq) → H+ (aq) + Cl- (aq)
HClO (hipoclorito de hidrogénio) ácido hipocloroso: HClO (aq) → H+ (aq) + ClO- (aq)
HClO2 (clorito de hidrogénio) ácido cloroso: HClO2 (aq) → H+ (aq) + ClO2- (aq)
HClO3 (clorato de hidrogénio) ácido clórico: HClO3 (aq) → H+ (aq) + ClO3- (aq)
HClO4 (perclorato de hidrogénio) ácido perclórico: HClO4 (aq) → H+ (aq) + ClO4- (aq)
HNO3 (nitrato de hidrogénio) ácido nítrico: HNO3(aq) → H+ (aq) + NO3- (aq)
H3PO4 (fosfato de hidrogénio) ácido fosfórico: H3PO4 (aq) → 3 H+ (aq) + PO43- (aq)
H2SO3 (sulfito de hidrogénio) ácido sulfuroso: H2SO3  (aq) → 2 H+ (aq) + SO32- (aq)
H2SO4 (sulfato de hidrogénio) ácido sulfúrico: H2SO4 (aq) → 2 H+ (aq) + SO42- (aq)

 Por definição, ácido é toda a substância que em solução aquosa dá protões.

Assim:

- quando o nome do ácido termina em "ídrico", o nome do anião termina em "eto"

- quando o nome do ácido termina em "ico", o nome do anião termina em "ato"

- quando o nome do ácido termina em "oso", o nome do anião termina em "ito"

Nalgumas vezes o mesmo não-metal forma ácidos diferentes, no sentido em que existe um número de átomos de oxigénio presentes na molécula diferente.

Se forem apenas dois os ácidos que divergem no número de átomos de oxigénio, o mais oxigenado termina em ico e o menos oxigenado termina em oso.

Se forem mais de dois os ácidos nestas condições, a fim de os distinguir a todos, acrescenta-se ao nome respectivo o prefixo hipo, para o que tiver menos átomos de oxigénio e o prefixo per, para o que tiver mais átomos de oxigénio.

topo

 

 

 

 

 

 

Nomenclatura dos hidróxidos

Os hidróxidos são constituídos por iões metálicos (catiões) e iões hidróxido (aniões), OH-, possuindo as suas soluções aquosas propriedades básicas ou alcalinas.

O seu nome forma-se acrescentando ao termo hidróxido o nome do catião metálico presente.

Por definição, base é toda a substância que em solução aquosa origine iões hidróxido, OH-, embora numa definição mais abrangente base seja toda a substância que funcione como um aceitador de protões.

Fórmula química Fórmula iónica Nome
NaOH Na+OH- hidróxido de sódio
KOH K+OH- hidróxido de potássio
Mg(OH)2 Mg2+(OH-)2 hidróxido de magnésio
Ca(OH)2 Ca2+(OH-)2 hidróxido de cálcio
Al(OH)3 Al3+(OH-)3 hidróxido de alumínio

topo

 

 

 

 

 

 

Nomenclatura dos sais

Os sais são compostos iónicos constituídos por catiões, exceptuando o ião hidrogénio H+, e por aniões, exceptuando o ião hidróxido OH-.

O nome de um sal obtém-se acrescentando ao nome do anião o nome do catião.

Fórmula química Anião presente Catião presente Nome
KCl Cl- - ião cloreto K+ cloreto de potássio
CuSO4 SO42- - ião sulfato Cu2+ sulfato de cobre (II)
NaNO3 NO3- - ião nitrato Na+ nitrato de sódio
PbCO3 CO32- - ião carbonato Pb2+ carbonato de chumbo
CaF2 F- - ião fluoreto Ca2+ fluoreto de cálcio
AlPO4 PO43- - ião fosfato Al3+ fosfato de alumínio
ZnBr2 Br- - ião brometo Zn2+ brometo de zinco

Se a estrutura cristalina de um sal não contiver moléculas de água incorporadas este diz-se anidro. É o caso dos sais referidos no quadro anterior.

Se a estrutura possuir moléculas de água incorporadas este diz-se hidratado. O nome destes sais é igual ao dos sais anidros mas acrescido do prefixo indicativo do número de moléculas de água representadas na fórmula química.

Fórmula química Nome
CuCl2.2H2O cloreto de cobre (II) dihidratado
MnSO4.4H2O sulfato de manganês tetrahidratado
Mg(NO3)2.7H2O nitrato de magnésio heptahidratado
FeCl3.6H2O cloreto de ferro (III) hexahidratado
CuSO4.5H2O sulfato de cobre (II) pentahidratado

topo

 

 

 

 

 

 

Nomenclatura dos hidretos

Os hidretos são compostos, alguns de natureza iónica, outros de natureza molecular, dependendo da ligação estabelecida entre os átomos, função da diferença de electronegatividade entre eles.

Um hidreto iónico caracteriza-se pela presença do ião hidreto, anião H-, acompanhado de um catião metálico, sendo o seu nome formado através do acrescento ao termo hidreto do nome do catião metálico presente na substância.

Fórmula química Fórmula iónica Nome
NaH Na+ H- hidreto de sódio
KH K+ H- hidreto de potássio
CaH2 Ca2+ (H-)2 hidreto de cálcio

Um hidreto molecular é um hidreto em que a diferença de electronegatividade entre o átomo de hidrogénio e o átomo metálico a que se liga determina o estabelecimento de uma ligação covalente, sendo a fórmula química igual à fórmula molecular. O nome obtém-se acrescentando o nome do átomo metálico ao termo hidreto.

Fórmula química Nome
LiH hidreto de lítio
BeH2 hidreto de berílio
BH3 hidreto de boro

topo

voltar