Rendimento de uma reacção

Reacções químicas e sua representação

Uma reacção química ocorre sempre que uma ou mais espécies, os reagentes, se transformam em espécies diferentes, os produtos de reacção. Durante uma reacção química ocorre quebra de ligações nos reagentes e formação de novas ligações para os produtos de reacção.

As reacções químicas são representadas por equações químicas, em que se apresentam os símbolos ou fórmulas químicas dos reagentes e produtos de reacção, separados por uma seta ou dupla seta, assim como os estados físicos das diferentes espécies químicas intervenientes na reacção, em que os reagentes aparecem do lado esquerdo da seta e os produtos de reacção do lado direito.

A equação química só traduz correctamente a reacção se obedecer à Lei de Lavoisier, isto é, tem de estar acertada, em que o número de átomos de cada elemento tem de ser constante.

Uma equação devidamente acertada permite estabelecer relações quantitativas entre os reagentes e produtos de reacção, como nos diz a Lei de Proust, sendo estas relações quantitativas a base dos cálculos estequiométricos.

Reagente limitante

Numa reacção química, normalmente, os reagentes não se encontram em proporção estequiométrica, que é a proporção indicada pela equação química, pelo que é necessário identificar o reagente limitante, reagente que se encontra em defeito e que portanto vai limitar a quantidade de produto formado. Quando se consome na totalidade, embora possa haver ainda mais reagentes, não se formam mais produtos de reacção.

Rendimento de uma reacção química

O rendimento, h , de uma reacção química está relacionado com a quantidade de produto obtido relativamente à quantidade de reagente limitante consumido, apresentando uma reacção um rendimento de máximo, 100 %, sempre que todo o reagente limitante se transforma em produto, o que corresponde a uma reacção completa. Sempre que tal não acontece, reacção incompleta, o rendimento da reacção é inferior a 100 %.

As quantidades referidas no rendimento podem também ser massas ou número de partículas, podendo também ser volumes no caso de substâncias no estado gasoso.

Para além do facto da reacção não ser completa, a utilização de reagentes contendo impurezas e a ocorrência de reacções secundárias que gastem um ou mais reagentes, afectam o rendimento de uma reacção química.

Os reagentes e produtos de reacção podem apresentar graus de pureza inferiores a 100 %, pelo que é necessário ter em conta este factor. O grau de pureza de uma substãncia é dado por:

voltar